Vila Jamil recebe exibição de curtas nacionais infantis no CineB Solar

Moradores do bairro, localizado na divisa entre Ferraz de Vasconcelo e São Paulo, puderam assistir curtas exibidos em importantes festivais nacionais

Os moradores da Vila Jamil, bairro de Ferraz de Vasconcelos, divisa com Guaianazes, puderam assistir a exibição de seis curtas metragens no projeto CineB Solar na noite de sábado (30/7). Apesar da baixa temperatura registrada (menos de 10 graus!!!) mais de 70 moradores compareceram a sessão de cinema montada no meio da rua da comunidade, com grande presença das crianças da região. A exibição foi gratuita e os presentes receberam ainda a famosa pipoca do Sr. Antônio, além de refrigerantes e bebidas providenciadas pelos próprios moradores.

A sessão contou com a presença dos diretores do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região Anderson Pirota e Lucimara Malaquias, dos lideres comunitários Fernando Gabriel, Luis Gabriel e Ester da Silva, e do ex-presidente da CUT São Paulo Douglas Izzo.

Vila Jamil

Foi a primeira vez que o projeto CineB Solar esteve presente na comunidade. A cidade de Ferraz de Vasconcelos tem, segundo o último censo, mais de 170 mil habitantes. Ela faz parte da região do alto tietê, localizada no extremo leste da capital paulista. Apesar de ter uma grande população, o município tem poucos equipamentos culturais.

Lucimara Malaquias, diretora executiva do Sindicato dos Bancários, fala da expansão do projeto que este ano aumentou a sua área de atuação, chegando a municípios importantes como Ferraz de Vasconcelos. “Agora a gente está expandindo os horizontes por entender que o CineB está dentro de um projeto de cultura que deve chegar a mais pessoas”, celebra.

O administrador Fernando Isidoro, morador da cidade, relembra da primeira vez que foi a um cinema, levado pelo seu irmão mais velho, Gabriel Isidoro. “Ferraz sempre foi uma cidade empobrecida. Nós tínhamos um cinema popular, mas ele fechou quando eu tinha 4 anos de idade. A tela mais próxima que tínhamos daqui era no shopping de Suzano”, destaca. O primeiro filme que assistiu foi apenas aos 9 anos, quando seu irmão mais velho o levou até Suzano para assistir ao Harry Potter.

Até hoje os moradores precisam se deslocar mais de 10 quilômetros até o cinema mais próximo. De condução, mais de 50 minutos. Ester da Silva mora a 30 anos na comunidade e fala da importância de trazer o cinema para os moradores do bairro. “Nosso município é a sexta cidade mais pobre do estado de São Paulo. Trazer o cinema para a vila Jamil é um grande acontecimento, porque muitas crianças aqui nunca tiveram contato com o cinema.” ressaltou.

A alegria de trazer o cinema contagiou a todos. Anderson Pirota é diretor do Sindicato dos Bancários e morador de Ferraz, ele também celebrou a exibição de filmes nacionais ao público do bairro. “É um bairro carente de equipamentos culturais, e pra gente é sensacional trazer o cinema brasileiro para a comunidade”, destaca. 

O ex-diretor da CUT São Paulo, Douglas Izzo, esteve presente na exibição e destacou a importância do projeto. “É uma bela iniciativa do Sindicato dos Bancários que aproxima a entidade da população,e  dialoga através da arte e da cultura. Em um local periférico que dá oportunidade para as crianças presentes assistirem aos filmes nacionais”, conclui. 

Curtas Nacionais Infantis

Durante a sessão foram exibidos seis curtas metragens nacionais. Obras que participaram de importantes festivais pelo Brasil, como o festival de Brasília. (veja o quadro abaixo). A moradora Carla Mergulhão veio com o marido, os três filhos e a vizinha para a exibição que acontecia a poucos metros de sua residência. A moradora se divertiu durante a sessão e pôde acompanhar a exibição dos filmes, destacando o filme “O gigante” (Julio Vanzeler e Luís da Matta Almeida, 2012), adaptação para a tela de um livro que ela já conhecia e lia para o seu filho.

A aposentada Dona Teresa Bispo (73) estava a 3 anos sem ir ao cinema. Mal sabia ela que a tela seria montada bem na frente da sua casa. Com um sorriso no rosto, ela ficou feliz em ter na sua rua uma sessão de filmes nacionais. A sorte bateu à sua porta duas vezes: ela acabou sendo sorteada e ganhando uma camisa do CineB Solar. “Voltem sempre”, desejou a aposentada. 

Filmes Exibidos

AS AVENTURAS  DE PETY – No céu de Tutameia, surge um lindo e majestoso arco-íris. Em busca do baú de ouro, Pety e seus amigos partem em direção ao bosque da cidade, onde vivem aventuras com seres fantásticos do folclore brasileiro e descobrem que o verdadeiro tesouro pode estar muito mais próximo do que imaginam.

DE ONDE VEM OS DRAGÕES – Ao nascer um bebê, também nasce uma família e suas complexidades. Um retrato sobre a maternidade e os seus desafios diários.

O MENINO LEÃO E A MENINA CORUJA – Esse é o universo das pessoas-animais, seres que misturam características humanas com as de outro animal. Quando filhotes, eles precisam estudar na Escola Filhote Selvagem, um lugar onde o aprendizado vai muito além da sala de aula.

O GIGANTE – Um Gigante transporta no coração uma menina. O seu coração é uma janela imensa através da qual a menina descobre e decifra toda a realidade. De coisas assim é feito o “Crescer”. A partir de trajetos legados pelos pais, os filhos traçam as suas próprias rotas, com erros de interpretação, com desvios de perspectiva, mas que são seus e é com eles que têm de viajar. E um dia partem, levando a sacola, construindo o seu mundo sobre os mapas que um dia desenharam…Levando no olhar o sonho e principalmente esperança.


OS SEGREDOS DO RIO GRANDE – O filme mostra que a preservação do meio ambiente começa com pequenas atitudes e conta a história de personagens ligados ao rio que precisam cuidar e preservar este habitat e garantir sua sobrevivência.

PLANTAE – Ao cortar uma grande árvore no interior da floresta amazônica, um madeireiro contempla uma inesperada reação da natureza.

Protocolos de segurança

Com  às restrições impostas pela pandemia de Covid-19, o projeto CineB Solar retorna   com  suas exibições presenciais e coletivas . Visando o bem-estar dos espectadores, as sessões durante esta retomada seguem protocolos de segurança, como a obrigatoriedade de utilização de máscaras e o distanciamento entre os assentos, além de disponibilização de álcool 70% para higienização das mãos. Toda a equipe de produção já possui imunização completa e será testada para Covid-19 antes das exibições. E toda sessão o público terá que apresentar o passaporte de vacinação.

Mais sobre o CineB Solar

CINEB SOLAR é um circuito itinerante de cinema realizado pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e pela Brazucah Produções. Desde 2007, o projeto já atingiu um público de 84 mil espectadores em mais de 639 sessões gratuitas realizadas em comunidades e universidades de São Paulo. Percorremos cerca de 142 bairros da cidade de São Paulo  e 18 cidades fora de São Paulo

Ao longo destes 15 anos criamos o Selo CineB do cinema brasileiro , com 4 DVDs que contém no total 18 curtas  mais bem avaliados pelo projeto. No Prêmio CineB Solar do Cinema Brasileiro premiamos com troféu  217  entidades e 156 diretores dos filmes exibidos. A iniciativa busca democratizar o acesso ao cinema nacional e divulgar os filmes produzidos no Brasil.

 Já foram exibidos na tela do CINEB SOLAR  153 longas-metragens e 105 curtas-metragens, além da realização de pré-estreias exclusivas. Nesse momento de isolamento, para evitar aglomerações, nos reinventamos e preparamos novos projetos: CineB on-line, CineB Solar na Janela e CineB Autorama, ações para que todos possam ficar em casa e se divertir com uma sessão de cinema.

3 comments

  1. Sem palavras momento maravilhoso com a comunidade agradecer a toda equipe pelo lindo trabalho a comunidade gostou muito 🥰

  2. Estive lá! Ameiii muito assistir. Primeira vez q esteve aqui na Vila,espero que tenha mas vezes

  3. Amei muito bom devia vim mas vezes nos amamos ❤️❤️

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.