Vila Rubi recebe CineB Solar com a sessão de “Tô Ryca 2”

Associação de Moradores da Vila Rubi prestigia cinema brasileiro

Fotos, depoimentos e texto: Thaís Nozue

Na ultima sexta-feira (24/06), o CineB Solar, em parceria com a Associação de Moradores da Vila Rubi, promoveu a exibição do filme estrelado pela atriz Samantha Schmütz e grande elenco, que conta as aventuras da emergente Selminha. A sessão foi a primeira realizada no local, na Zona Sul de São Paulo, contando com a presença de 60 espectadores.

Associação de Moradores da Vila Rubi

Participaram do evento Luiz Cláudio Marcolino, vice-presidente da CUT-SP e idealizador CineB Solar, Bruna Silva, funcionária do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região,  Edson Paixão Teixeira, presidente da Associação, Thais Queiroz Maciel, Camila Genoveva e Juliana Genoveva, responsáveis pela articulação, além da própria comunidade e frequentadores do espaço.

Camila Genoveva, Juliana Genoveva, Cidálio Vieira, Edson Paixão, Bruna Sila e Luís Cláudio Marcolino

Antes da sessão, o público já aguardava ansioso pela pipoca do “Seu” Antônio, distribuída gratuitamente em todo evento promovido pelo CineB Solar. Sempre quentinha e saborosa, ela é uma das estrelas principais da produção.

Fila para a famosa pipoca

Experiência replicada

A experiência do CineB Solar é de fato transformadora e inspira as pessoas a replicarem o momento para outros lugares. Juliana Genoveva conta como foi trazer o cinema para o bairro onde mora, a Vila Rubi.

“Eu conheci o CineB Solar através do Luís Cláudio Marcolino. Fui assistir ao filme ‘Turma da Monica’ com as crianças, achei muito legal e muito interessante o projeto e quis trazer para o meu bairro. Eu espero que o pessoal curta muito e que fiquem muito satisfeitos pra gente levar para outros bairros.”

conta Juliana

Juliana Genoveva na banca de livros da Letraria Cultural

Para o presidente da Associação, Edson Paixão Teixeira, o sentimento era de gratidão.

“Queria agradecer o CineB Solar por trazer esse projeto aqui para o bairro. Foi gratificante, porque as crianças principalmente participaram. As portas estão sempre abertas e quero parabenizar a todos os patrocinadores. Tamo (sic) junto!”

falou Paixão
Edson Paixão Teixeira presidente da Associação de Moradores da Vila Rubi

Thaís Queiroz que fez o apoio na articulação, diz que toda novidade é bem vinda.

“Achei legal a experiência do CineB Solar no bairro. É bom trazer novidade pra comunidade.”

disse Thaís
Thaís Queiroz

Divulgação de longo alcance

Maria Theresa Santana viu o cartaz da sessão do CineB Solar na porta CEU onde a filha Piscila Santana estuda e resolveu levar  a menina para uma noite diferente e especial. Moradora da região do Terminal Grajaú, um trajeto de cerca de 5km até a Associação, disse que se sentiu em casa e quer mais.

“Eu estive aqui pela primeira vez, nunca tinha participado de um projeto assim. Fiquei sabendo, pois tinha um aviso na porta da escola da minha filha, fui atrás e consegui o ingresso e quis fazer uma surpresa pra minha filha, a gente veio e eu gostei muito do filme, de tudo. Acho que pra quem não tem oportunidade de ir num cinema é maravilhoso. É algo simples, mas eu me senti em casa. Minha filha até falou: ‘mãe chega aqui com a cadeira que eu encosto em você!’, então é como se a gente estivesse no sofá. Eu gostei muito, se tiver mais vezes, eu gostaria de participar, porque no meu bairro não tem Associação e muito menos um projeto desse jeito.”

conta Maria Theresa
Priscila e Maria Theresa Santana

Letraria Cultural

Mais uma vez a sessão contou com a parceria da Letraria Cultural, com doação de 60 livros. Na noite do evento, o CineB Solar sorteou alguns livros entre os participante.  Cidalio Vieira, coordenador do CineB Solar, afirma que a parceria com a Letraria potencializa o acesso à cultura aos moradores que frequentam as sessões do CineB Solar.

“Recebemos 60 livros, toda abertura das sessões estamos sorteando. Percebemos que as pessoas gostam de ler, basta dar uma oportunidade de ganhar um livro.”

disse Cidálio

CineB Solar

CineB Solar é um circuito itinerante de cinema realizado pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e pela Brazucah Produções.  As sessões são exibidas utilizando-se de energia solar captada através de um veículo equipado com placas solares, baterias e conversor. O equipamento transforma a energia do sol em energia elétrica para alimentar o sistema de projeção e o som dos filmes. Neste ano de 2022 estamos completando 15 anos de projeto. Desde 2007, o projeto já atingiu um público de 82.937 pessoas e 637 sessões gratuitas realizadas em comunidades e universidades de São Paulo. Percorremos cerca de 160 bairros da cidade de São Paulo e 22 cidades fora de São Paulo. 80 sessões somente na cidade Osasco e região, atendendo 11.401 PESSOAS naquele local.

Confira as fotos do evento:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.