CineB Solar apresenta “Tô Ryca 2” no Jardim dos Álamos

Texto, entrevistas e fotos: Thaís Nozue

Sábado (16) foi dia de cinema na comunidade localizada no Jardim dos Álamos, zona sul da capital paulista. A sessão foi uma parceria do Grupo Recreativo Ligeirinho e a Torcida Independente do São Paulo com o CineB Solar.

Campo do G.R. Ligeirinho

O clima na região de Parelheiros colaborou e cerca de 100 pessoas participaram do evento na quadra de futebol do G.R. Ligeirinho. O local ganhou esse nome em homenagem ao pai de Rosangela Alves Gomes, que conta orgulhosa dessa trajetória.

“Sou moradora do bairro há 42 anos. A Associação Ligeirinho leva o nome do meu pai, que fundou o campo. Ele era de terra, agora nós conseguimos gramado sintético.”

Rosangela Alves Gomes

Rô, como é conhecida pelos vizinhos, fala sobre a mobilização para trazer o CineB Solar para o bairro onde nasceu, junto com a torcida organizada do São Paulo e conta seu real intuito com essa promoção de cultura para o bairro.

“Eu fiquei sabendo do projeto através da Torcida Independente e achei muito válido trazer aqui pra comunidade, já que é um bairro muito carente e necessita de projetos. Fiquei muito feliz. Eu achei o resultado positivo. Pretendo trazer mais vezes, porque o intuito era trazer não só a comunidade ao redor, mas também o pessoal próximo, que ainda têm um pouco de resistência por se tratar de uma comunidade. Meu intuito é que todos participem!”

Rosângela e os amigos da Torcida Independente

CineB Solar no campo e nas janelas

A sessão do final de semana teve um tom nostálgico: assim como no início da pandemia de Covid19, as sessões do CineB Solar aconteciam nas janelas das casas e apartamentos. “CineB Solar na Janela”, na época, selecionou espaços nas comunidades onde havia conjuntos de prédios, montou a tela na rua ou a projeção em parede e as pessoas assistiram ao filme de suas janelas.

No campo do Ligueirinho há diversas casas coloridas em sua volta e, quem não sentou na cadeira dentro do gramado, se debruçou em suas janelas para assistirem à comédia com Samantha Schmütz.

O casal Alessandra Morgado Pereira e Gileno Galvão dos Santos, que assistiram ao filme do campo, contam que há pouco tempo haviam assistido ao “Tô Ryca 1” na Netflix e ficaram felizes por terem assistido ao 2 no projeto.

“Eu gostei! Assisti ao 1, gostei mais ainda do 2 e espero assistir o 3 com vocês!”

disse o casal
Gileno Galvão dos Santos e Alessandra Morgado Pereira

Eliseu dos Santos, morador do Jardim dos Álamos há 10 anos, diz ter adorado a experiência, mesmo que seja um frequentador de salas de cinema.

“Achei muito bom! Eu costumo ir ao cinema, mas desse jeito aqui é a primeira vez.”

Eliseu dos Santos

O mesmo compartilhou Ana Paula Reis Costa que, embora costume ir ao cinema, poder assistir ao ar livre foi algo inusitado.

“Eu gostei, achei abençoado! Adorei o filme, eu ri bastante. Eu costumo ir ao cinema, mas a comunidade não muito. E eu adoro cinema brasileiro. Prefiro!”

Ana Paula Reis Costa

Visita ao carro do CineB Solar

Ao final da sessão, todos os participantes da sessão foram convidados a fazer uma breve visita ao carro do projeto. CineB Solar é o primeiro carro do Brasil que leva cinema com energia solar; as sessões  são exibidas utilizando-se de energia solar captada através de um veículo equipado com placas solares, baterias e conversor. O equipamento transforma a energia do sol em energia elétrica para alimentar o sistema de projeção e o som dos filmes.

Sorteio de livros e camisetas

O microfone do CineB Solar ficou aberto no final da sessão. O coordenador do projeto, Cidálio Vieira, fez um quiz para testar os conhecimentos dos participantes e a cada resposta correta, distribuía camisetas do CineB Solar e livros da parceira Letraria Cultural, que doou 60 livros par ao projeto.

CineB Solar

CineB Solar é um circuito itinerante de cinema realizado pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e pela Brazucah Produções.  As sessões são exibidas utilizando-se de energia solar captada através de um veículo equipado com placas solares, baterias e conversor. O equipamento transforma a energia do sol em energia elétrica para alimentar o sistema de projeção e o som dos filmes. Neste ano de 2022 estamos completando 15 anos de projeto. Desde 2007, o projeto já atingiu um público de 82.937 pessoas e 637 sessões gratuitas realizadas em comunidades e universidades de São Paulo. Percorremos cerca de 160 bairros da cidade de São Paulo e 22 cidades fora de São Paulo. 80 sessões somente na cidade Osasco e região, atendendo 11.401 pessoas naquele local.

Veja abaixo a galeria de fotos:

12 comments

  1. PARABÉNS A TODOS DO CINE B SOLAR E TODOS OS ENVOLVIDOS PELO PROJETO.
    MUITO BOA ESSA INICIATIVA

  2. PARABÉNS A TODOS DO CINE B SOLA, MUITO BOM ESSE NOSSO PROJETO, VER O SORRISO NO ROSTO DAS CRIANÇAS É MUITO BOM…

  3. Parabéns a todos crianças feliz não tem preço daora família

  4. É Gratificante ver o sorriso no Rosto dessas crianças, parabéns há todos envolvidos 👏🏾

  5. Parabéns a todos envolvidos, parabéns a torcida independente de parelheiros e principalmente ao Cine B.

  6. Amei o trabalho de todos vcs, gratidão por vir ajuda nos aqui na comunidade,agradeço todos vcs ❤️
    Toda essa compaixão com todos ,muito obrigado por vir ,e trazer essa felicidade ❤️🍿
    Adorei todo o trabalho e o filme!!!!
    Obrigada por vcs vim

  7. Foi muito legal gostei muito ganhei uma camisa do cine B solar eu gostaria que o voltasse mais uma vez obrigado cine B solar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.