Moradores do Condomínio São Cristóvão recebem CineB de braços abertos

O condomínio da região de Osasco recebeu o projeto em noite fria pela primeira vez e teve a participação ativa de moradores na mobilização para o evento

Texto, entrevistas e fotos: Thaís Nozue

Sessão CineB no Condomínio Residencial São Cristóvão apresenta Galeria Futuro

A noite gelada de sexta-feira (06) não foi empecilho para que os moradores do Condomínio São Cristóvão, em Osasco, comparecessem à sessão de Galeria Futuro exibida pelo CineB.

O CineB é realizado pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e pela Brazucah Produções e esteve presente no local pela primeira vez, sendo recebido de maneira entusiasmada pelos moradores.

Para começar a esquentar a noite, o coordenador do Projeto CineB Solar, Cidálio Vieira Santos, convocou os moradores pelo microfone e distribuiu brindes logo de início. O público se divertiu com a famosa pipoca doce do “Seu” Antônio.

Cidálio entregando pipocas doces para o público animado

O CineB foi a primeira atividade organizada no Condomínio pós isolamento social, provocado pela pandemia de Covid19. Para Ana Pina, moradora do Condomínio e uma das pessoas que articularam a ação, a escolha da comédiade Fernando Sanches e Afonso Poyart foi por um motivo especial:

“Trabalho com Sindicato dos Bancários e através dele fiquei sabendo do CineB Solar que foi criado com o Luís Cláudio Marcolino e sou moradora do condomínio São Cristóvão. Aqui nós temos 38 torres e são quase 13 mil famílias. Então, foi um trabalho árduo de divulgar o CineB pra todos esses moradores aqui. Em média, eu acho que levei sete dias e acho que trouxe um público bem legal e o intuito é trazer mais vezes. Resgatar a cultura pra que eles possam ter acesso e o melhor de tudo, a custo zero. E eu enquanto moradora, o meu intuito foi a uma pós pandemia, que durante esses dois anos de sofrimento, o condomínio não havia trazido algo para que retomasse o ‘novo normal’, né, que é o que a gente vem falando ultimamente. E, assim, eu me sinto acolhida enquanto ser humano. Tivemos a nível mundial muitas perdas e aí eu pensei: ‘por que não uma comédia? por que não um cinema de graça?’. E com toda essa produção, que eu estou encantada de verdade! E assim, só agradecer ao Sindicato do Bancários, ao CineB, ao Cidalio, ao Taffarel, ao Luís Claudio Marcolino, enfim, são inúmeros nomes que eu gostaria de estar citando aqui. Muito obrigada e voltem mais vezes!”

Ana Pina moradora do Condomínio São Cristóvão e trabalhadora do Sindicato dos Bancários

Além de mobilizar os vizinhos, Pina trouxe também a filha Ana Paula e mais uma convidada, a Amanda Camargo, para assistirem à sessão. Mesmo quem tem oportunidade frequente de ir ao cinema, se encanta com o CineB. “Eu, por exemplo, tenho oportunidade de ir, mas tem gente que não tem oportunidade e eu acho bem importante pra galera que não tem acesso.”, disse Ana Paula Pina. Amanda também acredita nessa relevância do Projeto: “Tem muita gente que não tem acesso pra assistir um filme hoje. A gente tem, mas tem muita gente que não tem. Espero que esse projeto alcance outros bairros, não só aqui dentro de Osasco, mas em outros lugares.”, disse.

Amanda Camargo e Ana Paula Pina

O cinema ao ar livre foi uma grande novidade para o subsíndico Tadeu Faustino de Oliveira que trouxe os dois filhos, Jonathan e José, para assistir à comédia. Desde que a pandemia teve início, ele não pôde levar os garotos ao cinema e acredita que iniciativas como essa aproximam as pessoas ao cinema.

“Eu acho que esse tipo de projeto tem que ter mais vezes aqui, principalmente para as pessoas que não podem ir ao cinema. Eu vi uma coisa muito interessante, que vocês levaram esse projeto para as comunidades e você ver a alegria das crianças, dos pais, das mães, os apartamentos, é muito legal. É muito gratificante ver esse tipo de ação e vendo que a população pode participar. Parabéns aos idealizadores, às pessoas que organizaram e às pessoas que puderam participar. Parabéns mesmo. Continuem com esse projeto, levando aos quatros cantos da nossa cidade.”

O subsíndico Tadeu e os garotos Jonathan e José prestigiando o CineB

Disposto a organizar cada vez mais Cines no local, Valdir Fernandes, o Taffarel, enxerga como fundamental o incentivo a cultura para toda a população.

“Faço parte da direção do Sindicato e foi muito bom fazer o CineB aqui no São Cristóvão, porque é uma forma de você divulgar a cultura. Ainda mais em tempos em que o presidente veta a Lei Aldir Blanc que fomenta a cultura do país, o Sindicato dos Bancários e a Brazucah Produções, junto ao Cine B tá trazendo cultura e cinema de graça ao pessoal do condomínio São Cristóvão.”

Taffarel na quadra do Condomínio São Cristóvão

A noite foi um grande sucesso. Segundo a organização do CineB estiveram presentes 100 pessoas, dando muita risada e espantando o frio pra longe.

Morador do condomínio há 20 anos, Lindoberto José Jacinto de Barros adorou a experiência: “Gostei do filme que foi apresentado hoje. Vai fazer mais ou menos uns 15 anos que não ia ao cinema. O filme que foi apresentado hoje aqui foi uma comédia que mostra a vida real. a gente não pode desistir, tem que ir a luta.” O morador aproveita para agradecer a oportunidade:

“Foi muito bacana a apresentação do Cine Solar, pelo sindicato dos bancários de Osasco, o Taffarel é uma pessoa bem conhecida aqui, Ana Pina e vocês que trouxeram à apresentação. Agradeço vocês o síndico geral e  Marcos Fernando que deram essa oportunidade de trazer o Cine Solar  aqui e incentivar o povo a curtir o cinema brasileiro que tem grandes talentos.”.

Lindoberto José Jacinto de Barros morador há 20 anos do Condomínio

Sobre o CineB Solar

CineB Solar é um circuito itinerante de cinema realizado pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e pela Brazucah Produções.  As sessões são exibidas utilizando-se de energia solar captada através de um veículo equipado com placas solares, baterias e conversor. O equipamento transforma a energia do sol em energia elétrica para alimentar o sistema de projeção e o som dos filmes. Neste ano de 2022 estamos completando 15 anos de projeto. Desde 2007, o projeto já atingiu um público de mais de 82 mil espectadores em 637 sessões gratuitas realizadas em comunidades e universidades de São Paulo. Percorremos cerca de 160 bairros da cidade de São Paulo e 22 cidades fora de São Paulo, sendo 80 sessões somente em Osasco e região, impactando cerca de 11.400 mil pessoas nestes locais.

Confira mais fotos da sessão realizada no São Cristóvão.

One comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.